Comunicação Social

A comunicação social é uma das áreas nas quais o Grupo AFA tem vindo a investir, sempre com o objetivo de prestar um serviço de qualidade e rigor à população, aprofundar a ligação à comunidade e contribuir para o desenvolvimento das tradições e cultura locais, através da disseminação da informação junto da comunidade local e das comunidades madeirenses residentes no estrangeiro.

A entrada do Grupo AFA na área da comunicação social iniciou-se em 2001, com a criação da Rádio Calheta. Em 2003, o grupo manteve a aposta na radiodifusão com a aquisição da Santana FM. A primeira empresa de radiodifusão cobre toda a zona sudoeste da ilha e a segunda toda a zona norte e leste.

Em 2017, o Grupo AFA deu continuidade ao investimento e adquiriu 50,5% do capital social da EJM, detentora da Rádio JM e do Jornal da Madeira. Este investimento resultou do processo de privatização promovido pelo Governo Regional da Madeira, com vista a assegurar a independência da imprensa escrita na Madeira. 

Perante o crescimento desta área de negócio foi criada, em junho de 2020, a Verbum Media – Comunicação Lda., empresa que passou a concentrar as participações de todas as empresas com atividade na área da comunicação social do Grupo AFA.

Foi através da Verbum Media que o Grupo AFA reforçou a sua posição na área da comunicação social com a aquisição de 36,8866% do capital da EDN, passando a ter participação direta no Diário de Notícias da Madeira e indireta nas restantes empresas participadas, nomeadamente, a Publifunchal, a Imprinews, a Rameventos, a SDIM e a TSF. 

O Grupo AFA tem, atualmente, a comunicação como uma área de negócio consolidada e que vem contribuir para a diversificação do conjunto de atividades que desenvolve.